Valeria Barcellos, Nick Nagari, Xuxa Meneghel ou Dioniso Ferreira: vem votar no destaque da Literatura em 2020

E a categoria é… Literatura! Vem votar na sua obra literária‎ favorita.

Cinco Mil Explicações
Nick Thomás não passa nem perto do lugar comum ao abordar a bissexualidade no conto publicado de forma independentes. Pessoa não binária, Nick traz uma escrita leve e descontraída  sem deixar de demonstrar a segurança ao discorrer sobre um sensível e ainda cheio de tabus até mesmo dentro da comunidade LGBTQIA+.
Maya: Bebê Arco-Íris  Xuxa Meneghel comprou a briga pela comunidade LGBTQIA+ e lançou o livro com belas ilustrações de Guilherme Francini.  ‘Maya’  traz uma bela história de uma criança amada por duas mães. Quem acompanha Xuxa pela televisão, reconhece no texto a linguagem coloquial usada por ela nos mais de 30 anos de carreira como apresentadora. Pelo direito de escrever sobre uma família feliz, Xuxa enfrentou os haters e até protestos diante da casa onde mora. Uma verdadeira aliada contra o baixo-astral.
Relativo Absoluto – O escritor cearense Dioniso Ferreira escreve no livros poemas que refletem sentimentos antagônicos em relação ao amor, ao desejo, à vida. A esperança e a frustração. A vontade de se envolver e a irrealização da vida a dois. São textos que desnudam uma escrita sincera deste homem trans cearense formado em Letras e especialista em estudos de Gênero e Diversidade pela Universidade Federal do Ceará.

Transradioativa
 Em um texto saboroso, a escritora, atriz, performer, DJ, artista plástica e maravilhosa Valeria Barcellos apresenta ao público uma trajetória de vitórias. De vitória contra o câncer, de vitória contra uma sociedade branca e cisheteronormativa que tentou de todas as formas invisibilizar sua existência. Contra a corrente,  ela está de pé para dizer que é uma mulher cidadã do Rio Grande do Sul.

 

 

 

Nos acompanhe e saiba mais!
error

13 thoughts on “Valeria Barcellos, Nick Nagari, Xuxa Meneghel ou Dioniso Ferreira: vem votar no destaque da Literatura em 2020

  1. Obrigada pelos comments e votos! Escrever um livro falando das vivências de uma mulher trans com câncer não foi tarefa facil. Enfrentar tudo que a quimioterapia, a radioterapia e transfobia me fizeram passar nesse periodo foi desafiador! Estar indicada ao lado desses nomes, entre eles o da rainha Xuxa me faz vitoriosa! Gratidão!

  2. Já me sinto vitorioso pela indicação, pois não é todo dia que um homem trans gay e nordestino é indicado a um prêmio! Muito obrigado a todes que votarem!

  3. A primeira vez que vi a Valéria foi em uma boate cantando, ainda era gls, não tinhamos toda a sigla, faz tempãooooo… e ela, toda artista, lá no palquinho cantando PAGÚ, e eu ali me descobrindo gay, me aceitando. Talvez ela nem saiba, mas acredito que muitos de nós fomos inspirados pelo seu canto, como a sereia hipinotiza os marinheiros e os chamam pro fundo do mar, Valéria, na época Huston, e não Barcellos, encantava as gay novinhas e nos levava até o vale e nos mostrava as nossas verdaddeiras cores. Gratidão sempre pos isso!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *